Menu

Detox e Limpeza do Corpo

Detox ou desintoxicação

O termo detox é a abreviação da palavra em inglês “desintoxication” e significa “desintoxicação”.

Porém, quando desejamos nos referir a limpar o organismo do acúmulo de toxinas do dia-a-dia, presentes, por exemplo, na alimentação, na água, no ar, nos produtos cosméticos, de higiene, e etc, nos referimos ao termo destoxificação. Uma vez que desintoxicação é utilizado com mais frequência para eliminação de drogas dentre de uma clínica de reabilitação.

Mesmo assim, os dois termos podem ser utilizados com a intenção de promoção de ações que visam limpar, desinchar e desinflamar o corpo.

Por que precisamos destoxificar?

A intoxicação, de um modo geral, se dá por meio da ingestão de alimentos, produtos alimentares e água que possam estar, de alguma forma, com resquícios de aditivos químicos que o organismo possua dificuldade na sua metabolização, bem como pode se dar também através de produtos utilizados na pele e até mesmo pelo estresse e geração de emoções negativas. Com relação aos agentes físicos de maior destaque que causam algum tipo de intoxicação ao organismo estão: o álcool, o café, o açúcar branco, alimentos refinados, sal em excesso, tabaco, poluição atmosférica, agrotóxicos utilizados na produção de alimentos, dentre outros. Contudo, a exposição a esses fatores não é o único fator que contribui para a intoxicação. O baixo consumo de fibras e líquidos (especialmente água), além insuficiente variedade nutricional, também pode ser prejudicial ao funcionamento adequado do intestino e de outros órgãos excretores.

Estima-se que entramos em contato com aproximadamente 60 mil substâncias tóxicas por dia, e é justamente nosso mecanismo natural de destoxificação que garante a correta eliminação dessas toxinas, mantendo nossa saúde em ordem.

A eliminação das toxinas ocorre de diferentes formas, como por meio das fezes, da urina, do suor, do muco, da tosse e da expiração.

O que é destoxificação

Destoxificação é qualquer processo realizado no organismo que tenha como objetivo a eliminação ou redução da atividade de xenobióticos, que são substâncias químicas ou molécula estranhas originadas ou não pelo nosso próprio organismo.

E a todo instante estamos fazendo esse processo de destoxificação, independente de entrarmos em contato ou não com alguma substância tóxica, uma vez que nosso próprio organismo também produz elementos que precisam ser eliminados diariamente.

E essa eliminação ocorre principalmente através de fezes, urina, suor e respiração.

Mas essa fase, que chamamos de eliminação, ela é a última etapa de três fases do processo de destoxificação.

 

Fase 1

A fase um também é conhecida como biotransformação, e ela é muito focada na área do fígado, pois é aqui que os xenobióticos irão sofrer metabolização, ou seja serão oxidados, reduzidos ou hidrolisados.

Como a maioria dessas moléculas xenobióticas são lipossolúveis, e em muitos casos de cadeias grandes, é necessário que elas sejam quebradas, para que ou possam ser aproveitadas pelo organismo ou então terem sua eliminação facilitada.

E essa oxidação, essa redução, será realizadas principalmente por um conjunto de enzimas do citocromo P450.

E aqui nessa etapa são necessários uma série de elementos, como por exemplo: alto teor de Oxigênio, zinco, molibdênio, manganês, flavonoides, vitamina C, vitaminas do complexo B e ferro. E esses são somente os principais elementos.

 

Fase 2

Já a fase 2, também ocorre em sua maior parte no fígado, e ela tem como objetivo transformar as toxinas ativas em moléculas prontas para eliminação.

Por isso que ela também é conhecida como conjugação, pois aqui temos a inserção de grupamentos químicos nessas toxinas, tornando-as mais polares, e consequentemente mais hidrossolúveis, o que as levará mais facilmente a excreção.

As principais reações de conjugação são as de acetilação, metilação e sulfatação.

E novamente aqui são necessários vários elementos para facilitarem esse processo, como por exemplo: cobalto, cobre, glutamina, cisteína, e principalmente biodisponibilidade de oxigênio ativo.

E é justamente nas fases 1 e 2 que nós percebemos que existem muitos pontos críticos no processo de destoxificação, e quando essa ação não é eficiente começamos a acumular toxinas em nosso organismo e elas inclusive podem migrar para outros órgãos, sem contar as lesões que provocam em células e bases de DNA, gerando todos aqueles sintomas vagos que falei no início desse vídeo.

 

Fase 3 

Já a fase 3, também chamada de fase de eliminação, consiste em um sistema de transporte que envia as toxinas até a circulação e posteriormente ao seu destino final, que será na eliminação através das fezes, urina, suor e respiração.

E nessa fase também temos uma série de elementos essenciais para realizarmos essa etapa com eficiência, como por exemplo: as bactérias benéficas da região intestinal, oligominerais como zinco, selênio, mangânes, cobre, coenzima Q10, e algumas vitaminas, além de flavonoides e tocoferóis.

Então essas são as três etapas do processo de destoxificação, que nosso organismo está habilitado para fazê-lo sozinho, independente da condição de saúde que nos encontramos.

A destoxificação é algo prioritário para nosso organismo. E se ele precisar comprometer outros sistemas do nosso corpo, como sistema cognitivo, muscular, sistema ósseo, pode ter certeza que assim ele o fará, tudo isso para privilegiar a destoxificação.

 

Quais pacientes precisam urgentemente de DETOX

Em pessoas consideradas saudáveis, sabe-se que o mecanismo natural de destoxificação tende a funcionar a pleno desde que se mantenha uma dieta saudável, equilibrada na ingestão de macro e micronutrientes, bem como sono de qualidade e um bom gerenciamento de estresse.

Já nas situações em que esse mecanismo de destoxificação encontra-se sobrecarregado, normalmente será necessário criar uma estratégia de restrição e inclusão de grupos de produtos alimentícios e alimentos. Aliado a isso, a suplementação também será muito importante, visto que serão necessárias doses maiores de alguns nutrientes para restaurar a função hepática, principal órgão na destoxificação.

As principais causas de sobrecarrego e mal funcionamento do mecanismo de destoxificação são:

•          Paciente obeso ou em processo de emagrecimento;

•          Paciente polimedicado;

•          Paciente com doenças crônicas: diabetes, hipertensão, aterosclerose...

•          Paciente desnutrido ou com baixa variedade nutricional;

Ler mais Mostrar menos
8 Produtos em 1 página
Filtrar
Mostrando 1 - 8 produtos do total de 8 distribuídos em 1 página
8 Produtos
Concordo com os Termos de uso e Politica de Privacidade e aceito receber e-mails com novidades e promoções.
Flor de Íris

Formas de Pagamento

Segurança

  • Loja Segura

Entrega

  • Entregamos em todo o Brasil
  • Correios
  • Total Express
  • Jadlog
  • Rede Sul
Rua Thome de Souza, 145 Casa Michel CEP 88803-140 - Criciúma
  • FLOR DE IRIS PRODUTOS NATURAIS - 33346847000181
  • Todos os direitos reservados - Flor de Íris      -      2021
Central de Atendimento